Você está visualizando atualmente Para Que Um Curadoria De Justiça?

Para Que Um Curadoria De Justiça?

A Revolução de Fevereiro se ele ficou, primeiramente, cerca de Petrogrado (atual São Petersburgo). No caos, os membros do parlamento imperial, ou Duma assumiram o controle do nação, formando o Governo provisório russo. A direção do exército sentia que não tinham os meios para reprimir a revolução e Nicolau II, o último imperador da Rússia, abdicou.

Os sovietes (conselhos de trabalhadores), que foram dirigidos por facções socialistas mais radicais, em um começo permitiram ao governo provisório de governar, mas insistiram numa prerrogativa pra influenciar o governo e controlar diversas milícias. A Revolução de Outubro (novembro no calendário gregoriano), o Partido bolchevique, liderado por Vladimir Lênin, e os trabalhadores e soldados de Petrogrado, derrubaram o governo provisório, formando-se o governo Revolucionário.

Os bolcheviques deram a si mesmos líderes de numerosos ministérios do governo e tomaram o controle do campo, criando a república Tcheca, organização de inteligência política e militar para esmagar qualquer tipo de dissidência. 1914 e fechado, em 1991, com a dissolução da União Soviética. Continua a ser um dos eventos mais estudados e mais apaixonadamente discutidos da história contemporânea.

  • Oito Anéis pra bodas de prata
  • S. A. R, o príncipe Moulay Rachid de Marrocos
  • Abaixo: esboços, miniesbozos e mensagens de wikiproyectos como a do wikikconcurso
  • extras Que você poderá ter necessidade de
  • você Deve assinar um pacto de actividade quando apresentamos o pedido
  • Tecnologia 93.Um FM(Valencia-Norte)
  • 4 O encerramento do grupo
  • é a Comida favorita dele e de seu cônjuge

antes de 1917, o Império russo se regia ante um regime czarista, autocrático e repressivo, desde há três séculos, quando, em 1613, foi determinado no estado da dinastia Romanov. A abolição da escravidão, decretada em 1861 por fração do czar Alexandre II foi a primeira mostra de fissuras do antigo sistema feudal.

Uma vez libertados, os antigos servos se deslocaram pra cidades, tornando-se mão-de-obra industrial. No começo do século XX, o desenvolvimento da indústria russa era cada vez maior, favorecendo o avanço das cidades e uma crescente efervescência cultural: a antiga ordem social se cambaleando, agravando os problemas dos mais pobres. As indústrias floresciam e a crescente classe operária se encontravam principalmente nas cidades, porém a prosperidade do povo não tinha representado proveito qualquer pra maioria da população. A economia no teu conjunto, continua sendo arcaica.

O valor da criação industrial, em 1913, era duas vezes e meia menor do que o da França, seis vezes menor que o da Alemanha e catorze vezes menor que o dos Estados unidos. A realização agrícola continua sendo deficiente e a ausência de transportes paralisava cada tentativa de modernização econômica. O PIB per capita e, na data, era inferior ao de Hungria ou ao de Espanha e, mais um menos, era uma quarta porção dos Estados unidos. Ademais, o país estava dominado principalmente por capital estrangeiro, possuindo esse quase metade das ações russas. O modo de industrialização foi violento e mal aceite pelos camponeses, que haviam sido bruscamente proletarizados.

A categoria operária nascente, a despeito de numericamente pequena, se concentrava nas grandes zonas industriais, o que facilitou a crescente consciência revolucionária. O Império russo era ainda um país essencialmente rural (85% da população vivia em zonas rurais).

Depois da escolarização praticada alguns anos antes, alguns operários haviam sido convencidos pelos ideais marxistas e outros pensamentos revolucionários. No entanto, o poder czarista descreveu-se estacionária. Nos séculos XIX e XX, muitos movimentos organizados por participantes de todas as classes sociais (estudantes ou operários, camponeses ou nobres) tentaram derrubar o governo, sem sucesso. Alguns recorreram ao terrorismo e atentados políticos, tornando-se os movimentos revolucionários em material de dura repressão, levada a cabo na toda poderosa Seu, a polícia secreta do czar.

Muitos revolucionários foram presos ou deportados, enquanto outros conseguiram bater em retirada e se inserir às fileiras dos exilados. Nesta interpretação, a Revolução de 1917 é a culminação de uma longa sucessão de pequenas revoltas. As reformas necessárias, que nem as insurreições camponesas, os atentados políticos e da atividade parlamentar da Duma tinham conseguido, resultaram em uma revolução impulsionada pelo proletariado.

Em 1905, teve local uma primeira revolução depois da derrota russa contra o Japão na disputa russo-japonesa. No dia 22 de janeiro, foi convocada uma manifestação em São Petersburgo, pra pedir reformas ao czar Nicolau II, sendo esta duramente reprimida, no que é chamado de o Domingo Sangrento. Tratou-Se de uma tentativa do povo russo de libertar-se de tua zar e acabou marcado por revoltas e a greve por parte dos trabalhadores e dos camponeses.