Você está visualizando atualmente A Espécie-Tipo Do Gênero

A Espécie-Tipo Do Gênero

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Saúde

Aardonyx de dinossauro sauropodomorfo, que viveu no período Jurássico, há cerca de 195 milhões de anos atrás durante o Hettangiense, no que hoje é a África. A espécie-tipo do gênero, Aardonyx celestae, foi encontrada nos arredores de uma fazenda na cidade Rosendal, Província do Estado Livre, África do sul, em sedimentos da Formação Elliot Superior.

A espécie A. celestae significa “Celeste Iates”, que preparou uma extenso parte do material fóssil famoso de ave e revelou pistas úteis anatômicas. Aardonyx medindo 7 metros de comprimento e 1.Oito de altura, embora muitas estimativas são de até nove metros.

o Seu peso desde 350 quilogramas. Este gênero é popular por esqueletos desarticulados de dois espécimes juvenis. O objeto consiste em os crânios parciais, vértebras, costelas dorsais e cervicais, gastralia, cheurones, pelve e os ossos dos participantes dianteiros e traseiros, mãos e pés. A presença destes ossos em uma densa e única acumulação sugere que estes fósseis são provenientes de cadáveres relativamente completos. Pensa-Se que ambos os indivíduos precisam ter ajeitado os 10 anos de idade no momento de morrer devido à falta de linhas periféricas no osso cortical dos restos analisados.

Uma prova adicional para a imaturidade dos espécimes, constitui a cartilagem calcificado pela extremidade vincular do omoplata. A respeito da apoio da suporte das extremidades traseiras e cintura pélvica de Aardonyx, pode-se inferir que o dinossauro normalmente mudou-se em forma bípede, porém podia variar o movimento quadrúpede parecido a Iguanodon.

Compartilhe alguns atributos com os gigantes saurópodes quadrúpedes, como o Apatossauro. A descoberta foi feita por um grupo de cientistas liderado pelo sul-africano Adam Yates, da Universidade de Witwatersrand, em Joanesburgo. O nome binomial da espécie honra a Celeste Iates, esposa de Adam Yates, e quem preparou vasto quota do primeiro material popular da espécie.

  • Tendo apoiado a cabeça, costas e nádegas no chão, iniciaremos o exercício
  • 6 Machismo e misoginia
  • 3 Medidas básicas para impossibilitar as contaminações cruzadas
  • 4 Rotina pros braços em moradia para novatos – Dia quatro
  • Alterações neurológicas

A descoberta do gênero, foi publicado em novembro de 2009, das Proceedings of the Royal Society, a publicação oficial da Royal Society. De acordo com o Dr. Matthew Bonnan, um co-autor do estudo. Já se sabia que os corpos basais e prossaurópodes eram bípedes.

com Base pela análise filogenética consumada com a primeira especificação do gênero, você acha que Aardonyx é do clado Anchisauria que contém a Extensão e a Sauropoda. Aardonyx é uma forma transicional em que de imediato se podes verificar a forma de alimentação característica dos corpos, o deshojamiento.

A diminuição do são feitas neurovascular lateral do maxilar superior em Aardonyx (em comparação com outros prossaurópodes) sugere uma redução do fornecimento de sangue pros tecidos bucais nesse gênero. A presença de ambas as características em Aardonyx é incomum, porque, tradicionalmente, pensava-se que a mandíbula larga característica de Sauropoda se tinha desenvolvido de modo prévia à perda das bochechas carnudas, como uma adaptação pro deshojamiento.